w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 16 de março de 2022

 

Familiares de Crianças matriculadas nas Escolas Municipais de Garanhuns e de São João vem reclamando da falta de Monitores nos Transportes Escolares ofertados pela Secretaria de Educação daqueles Municípios. O assunto vem repercutindo na Imprensa local e o radialista Eduardo Peixoto traz relatos das famílias, diariamente, na programação da Rádio Jornal Garanhuns.

 

 

Na Ronda Policial de hoje, dia 16, o Radialista alertou para o risco de acidentes. “Presenciei o ônibus repleto de crianças saindo da Escola Petrônio Fernandes, na Brahma, e com apenas o Motorista. É preciso resolver essa situação antes que um acidente ocorra”, alertou o profissional de Imprensa, registrando que problema semelhante também ocorre no Município de São João.

 

 

ACIDENTES – Em São João, no ano de 2014, uma tragédia foi registrada quando um Estudante utilizava o Transporte Escolar daquele Município. A criança José André da Silva Junior, de 9 anos, morreu após a porta do ônibus se abrir e Ele cair na PE 177, tendo a cabeça esmagada por um dos pneus do veículo. Na última semana, um acidente registrado em Riacho das Almas ceifou a vida de 4 estudantes com idades entre 11 e 14 anos.

 

 

A POSIÇÃO DA PREFEITURA – Em Nota enviada à Rádio Jornal, a Secretaria de Educação de Garanhuns informou “que está fazendo as contratações dos Profissionais” e que “em breve” os Monitores serão encaminhados para os seus postos de trabalho. A Pasta não informou quando o problema será solucionado. Vale registrar que as aulas na Rede Municipal de Ensino de Garanhuns estavam previstas para serem iniciadas no mês passado e foram adiadas por 30 dias por conta da Pandemia da COVID-19. O Governo Municipal de São João ainda não se pronunciou sobre o assunto.