BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
segunda-feira, 08 de junho de 2020

 
Um encontro virtual promovido na última semana, que reuniu o deputado Federal
Felipe Carreras (PSB); o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco,
Bruno Schwambach; o presidente
do Conselho Regional de Educação Física de Pernambuco (CREF-PE) e o Diretor do
Sindicato das Academias (Sindac-PE), Paulo Henrique Silveira, além de representantes
do segmento esportivo no Estado, poderá viabilizar a antecipação da retomada do setor de Academias de Ginástica e similares em Pernambuco.

“A volta das academias, a volta das atividades físicas, tem que ser a
primeira da fila na reabertura. Afinal de contas, não é só atividade econômica,
é saúde, é qualidade de vida, pois a atividade física combate a depressão, obesidade,
pressão alta, ou seja, ajuda a imunidade”, comentou o deputado Felipe Carreras.

“Não faz sentido voltar bar, shopping, salão de beleza, futebol,
construção civil antes dos estúdios, parques, praças, praias, box e academias. Acredito que o Governo deve anunciar, nos próximos dias, a retomada responsável, segura e
gradual do setor para este mês de junho”, explicou o Presidente do CREF, Lúcio
Beltrão.

De acordo com o Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a
COVID-19, divulgado pelo Governo do Estado no último dia 1º, a volta das
atividades nas Academias de Ginástica e similares ainda não tem data prevista
para acontecer. Todavia, com a
 nova reunião que acontecerá nesta semana, a expectativa é que seja divulgado um novo cronograma de reabertura dos espaços públicos e privados no Estado.

Em
Pernambuco, são 1.282 Academias e 11.733 Profissionais de Educação Física afetados
diretamente, fora outras famílias envolvidas como limpeza, gestão,
contabilidade, jurídico e estagiários, entre outros.
Clique AQUI e confira o Protocolo sugerido pelos representantes do Setor
para reabertura das Academias em Pernambuco.
(Com informações do www.jardimdoagreste.com.br)   

SUGESTÕES DO SETOR PARA REABERTURA:
– Limpeza geral das unidades
– Disponibilizar álcool a 70%
– Fechamento de 2 ou 3 vezes por dia para limpeza
– Posicionar kits de limpeza
– Uso obrigatório de máscaras
– Medição de temperatura
– Limite da quantidade de clientes
– Delimitação do espaço com fitas
– Uso de garrafas de água individuais
– Renovação do ar do ambiente
– Capacitação de colaboradores.