w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | segunda-feira, 01 de julho de 2013


O Blog recebeu denúncia de que
as árvores existentes no espaço onde esta localizado o Casarão da avenida Rui
Barbosa estavam sendo cortadas com o objetivo de que a área viesse a ser
utilizada para fins comerciais. A reportagem esteve no local, que é de
propriedade privada, e comprovou a ação. Diversas árvores já foram cortadas, todavia,
o procedimento foi devidamente autorizado pelas autoridades competentes, dentre
elas: a Prefeitura, através da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, o
CODEMA e a Defesa Civil.

É que um Laudo, elaborado por
um engenheiro florestal e um engenheiro agrônomo, constatou que algumas árvores
não estavam sadias e apresentavam risco de queda. “Eu mesmo compareci e
identifiquei árvores com rachaduras verticais na casca, nitidamente indicando
inclinação excessiva. Houve o pedido formal de corte, teve opinião de pessoal
técnico da Secretaria de Agricultura do Município e da Defesa Civil também”, esclareceu
o professor Marcos Renato
Mattos
, vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio
Ambiente (CODEMA).

Ainda segundo o Professor, que
também integra os quadros da UFRPE e teve o seu nome divulgado como provável
Secretário de Meio Ambiente, em pasta a ser criada pelo Prefeito de Garanhuns,
o corte de eucalipto não necessita de
licença ambiental, pois se trata de uma árvore exótica e não sujeita a licença
de supressão, a não ser que fossem tombadas. “A Câmara Técnica do CODEMA
analisou os documentos e emitiu parecer favorável ao corte das árvores em risco”,
pontou Mattos, que alertou: “as árvores dali podem causar uma tragédia
gigantesca se caírem. Principalmente porque uma queda pode ocasionar a queda de
outra quando cair por cima. São muito grandes e pesadas, podemos estar falando
de algumas ou até dezenas de mortes caso caiam em dia de feira”, finalizou o
vice-presidente do CODEMA. 

PREFEITURA SE PRONUNCIA SOBRE CORTE DOS EUCALIPTOS DO CASARÃO DA
AVENIDA RUI BARBOSA –
“NOTA OFICIAL – SECRETARIA DE AGRICULTURA E MEIO
AMBIENTE – Em relação ao corte dos eucaliptos do Casarão da Avenida Rui
Barbosa, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente faz os seguintes
esclarecimentos:

 A maior parte das
árvores apresentava graves problemas fitossanitários, idade avançada e
inclinação acentuada, o que ocasiona quedas e dessa forma coloca em risco a
vida humana. Em 31 de julho de 2012, por exemplo, ocorreu uma queda de um
exemplar do Casarão na avenida Djalma Dutra em cima da rede elétrica e das
barracas dos feirantes. Na ocasião, o problema só não foi mais grave, pois
aconteceu no dia anterior a feira livre.

A Secretaria esclarece ainda
que a recomendação do corte foi tomada com base no Laudo Técnico elaborado pelo
engenheiro florestal Mallon Sampaio da Rocha e o engenheiro agrônomo Felipe
Carvalheira Correia, que recomendava a supressão das arvores problemáticas.

O laudo técnico também foi
encaminhado para apreciação, análise e emissão de parecer para o Conselho de
Defesa do Meio Ambiente – CODEMA; Defesa Civil, Ministério Público e CPRH, este
último esclareceu que por se tratar de árvores exóticas em área urbana não lhes
cabe pronunciamento oficial, ficando a critério do município as devidas
providências cabíveis. Além disso, a área pertence ao Grupo Ferreira Costa
e não é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional –
IPHAN.

 Por fim, a Secretaria de
Agricultura e Meio Ambiente, ressalta que o eucalipto não é uma árvore adequada
para arborização urbana, devido o porte alto e risco de queda e que recomendou
a supressão das árvores com base nos pareceres favoráveis emitidos pelos demais
órgãos competentes”.

DENÚNCIA:
NASCENTES DO PAU POMBO ESTÃO SENDO ATERRADAS
– O tema foi destaque
no Blog de Ronaldo César, confira:
 

“Um debate foi gerado no
facebook a partir de uma fotografia e uma denúncia feita pelo Luís Marcus, que,
aliás, não é nenhuma novidade: Estão aterrando as nascentes do Pau Pombo. A
especulação imobiliária abaixo do parque Ruber Van der Linden está fazendo com
que terrenos sejam aterrados para construções de prédios de apartamentos, e um
desses locais está localizado próximo do Pau Pombo, e o material do aterro está
colocando em risco o patrimônio ambiental do município.

Várias pessoas vêm tocando no
assunto, o post no facebook já contabiliza mais de cem de comentários,
inclusive cobrando fiscalização por parte dos órgãos ambientais e do Ministério
Público. O radialista Geraldo Mouret, em seu blog, também mostrou o problema. 

“Desde a denúncia do blog, o aterro dobrou
de área e começaram a aterrar mais pra baixo. Os tratores derrubaram as árvores
da beira do rio mais pra baixo na outra quadra. Cadê a Secretaria de Meio
Ambiente? Cadê as promessas do prefeito de melhorar o meio ambiente de
Garanhuns? Ninguém do poder público se manifesta?” – Diz Mouret”.  (A imagem da área do casarão é do  facebook Loucos Nordestinos e a do aterro foi publicado originalmente no facebook por Eris Lúcia).