BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
terça-feira, 10 de dezembro de 2019

A União dos Estudantes
Secundaristas de Garanhuns (UESG), e outras entidades ligadas a classe
estudantil no Município, promovem na próxima sexta-feira, dia 13, o 1º Ato Contra
o Aumento de Passagem em Garanhuns.
“Repudiamos a proposta de
aumento de passagem apresentada pelo Comissão Municipal de Trânsito e
Transporte (CNTT) que, caso aprovado, aumenta o valor da passagem de R$ 2,90
para R$ 3,25. Esse aumento representa um crime contra os estudantes
garanhuenses que, em sua maioria, não tem condições de pagar uma passagem tão
cara como esta, mesmo com a lei da meia-entrada”, registra trecho da Nota
divulgada pela UESG.

De acordo com o anúncio que
vem sendo divulgado nas mídias sociais, o Ato terá concentração defronte ao
Parque Euclides Dourado, com saída prevista para as 10h. A mídia não informa o itinerário
do protesto. “Nós, representantes dos estudantes garanhuenses deixaremos claro
que não aceitaremos isto e vamos mobilizar os estudantes contra esse assalto ao
bolso da sociedade garanhuense”, registra a UESG na nota distribuída à Imprensa.
REAJUSTE PREVISTO PARA
JANEIRO –
Como acontece todos os
anos, as Passagens de Ônibus e do Garoinha, aqui em Garanhuns, serão
reajustadas a partir do próximo dia 1º de janeiro. O Conselho Municipal de
Trânsito e Transportes (CNTT)
, que é composto por representantes de
diversos segmentos da sociedade local, definiu
que os passageiros que optarem por usar o cartão “Meu Passe Legal”, passarão a
pagar R$ 2,95 na tarifa dos Ônibus. 

Para os passageiros que quiserem pagar a tarifa em dinheiro, já dentro
dos Coletivos, o reajuste será mais salgado, R$ 3,25. O Garoinha, que faz o
trajeto entre as Cohab 1 e 2, terá uma tarifa de R$ 3,75. Atualmente, os
valores praticados em Garanhuns são de R$ 2,90 para os Ônibus e de R$ 3,45 no
Garoinha. Os Estudantes que optarem pelo cartão “Meu Passe Legal”, que pode ser
adquirido gratuitamente e carregado com valores definidos pelos passageiros,
pagarão metade da tarifa de R$ 2,95 na primeira viagem e, na segunda viagem,
metade da metade, ou seja: pagarão R$ 1,475 na primeira viagem e R$ 0,7375 na
segunda.