BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quinta-feira, 27 de maio de 2021

Atualizada as 18h, de 27/05/2021: 

Um grupo de alunos que cursam
Medicina e Psicologia no Campus Garanhuns, da Universidade de Pernambuco, vem buscando junto
a Secretaria de Saúde de Garanhuns, garantir a vacinação contra a COVID-19. 


Em contato com o Blog do Carlos
Eugênio, os Estudantes de Medicina, representados por Breno Costa, que presidente o Centro
Acadêmico de Medicina Ulysses Pernambuco, enviaram cópia de um Informe Técnico,
que traz as diretrizes da Campanha Nacional de Vacinação contra a COVID-19, emitido
pelo Ministério da Saúde, em janeiro passado, registrando que “a vacina também
será ofertada para acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em
estágio hospitalar, atenção básica, clínica e laboratorial”. 

Ainda segundo os
Estudantes, até a paralisação das atividades práticas por conta da falta de
vacinação, os alunos do Curso de Medicina da UPE Campus Garanhuns vinham “atuando
em diversas ações, como mapeamento das áreas das unidades da estratégia de
saúde da família do Município e promoção em saúde e combate a doenças crônicas”,
entre outras.

Ainda segundo Breno
Costa, os Estudantes buscaram manter diálogo com a Prefeitura e também solicitaram
a intervenção do Poder Legislativo, mas o entendimento do Governo de Garanhuns
é que, por conta de os alunos não estarem em prática no momento, o Grupo não
está entre as prioridades para a vacinação. É que segundo a Prefeitura, o Plano
Municipal de Vacinação vem contemplando apenas os estudantes que já atuam na
linha de frente, seguindo as orientações da Secretaria de Saúde do Estado.

Em comunicado divulgado no
Instagram, a direção da UPE Multicampi registrou ter enviado e garantiu
reiterar os Ofícios com a relação dos nomes dos Estudantes dos cursos de
Medicina e de Psicologia para a Secretaria de Saúde do Município e o Hospital
Regional Dom Moura. “Estamos certos que os órgãos responsáveis estão fazendo o
possível para atender este pleito”, registrou a UPE no comunicado.

“Nos sentimos lesados perante
os demais cursos de Saúde do Estado de Pernambuco em que já se sucederam
diversas vacinações, inclusive de turmas mais recentes, a exemplo da UPE Campus
Recife e Serra Talhada e de inúmeras faculdades particulares. Enquanto isso
nossas práticas de ensino continuam paradas, nossa formação negligenciada e
nossos apelos completamente silenciados”, registra trecho da Carta Aberta emitida
pelos estudantes da UPE, dirigida a sociedade garanhuense.

Vale registrar que a reclamação
dos estudantes de Medicina e de Psicologia se soma a dos professores, bancários, motoristas de
ônibus e trabalhadores de supermercados, padarias, postos de combustíveis,
entre outros segmentos locais, que também buscam a vacinação contra a COVID-19.
O Blog do Carlos Eugênio está à disposição da Secretaria Municipal de Saúde
para publicar a sua versão quanto aos fatos trazidos pelos estudantes de
Medicina do Campus Garanhuns da UPE, nesta reportagem.