BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 15 de fevereiro de 2020

Do Indiano para o Maracanã
lotado. Essa é a história de Anderson Silva, o Andinho, que começou nos campos
de pelada na comunidade do Indiano, aqui em Garanhuns, e vem lutando para
brilhar no mundo do futebol.
Atualmente com 24 anos, o meia
Anderson Silva, o Andinho, surgiu em 2010 no programa Prefeitura Presente, mantido
pela Prefeitura de Garanhuns. Logo, foi visto pelo Santa Cruz – clube que
mantinha parceria com o Programa Municipal – e seguiu para a Capital Pernambucana.
Do Recife, Anderson virou um andarilho do Futebol e já jogou, inclusive, fora
do País. 

“Depois do Santa, joguei no Santa Cruz-PB; Serrano-PB; Doze-ES; Castelo-ES;
Rio Branco-ES; Vitória-ES; Ferroviário-CE e no Al Jeel Club, da Arábia”,
registra Andinho, que atualmente defende o Madureira, do Rio de Janeiro.

E foi justamente no Madureira,
que no último sábado, dia 8, Andinho realizou mais um sonho no futebol: jogar
no Maracanã lotado. Ele atuou na partida entre Flamengo e Madureira para um
público de 65 mil pessoas. “Ainda não sou titular, mas continuo trabalhando para
isto acontecer”, registra Anderson, que como meia de ligação, tem como ponto
forte o drible em velocidade e a chegada na área. Ele também é finalizador e na
temporada do ano passado, na Arábia, marcou 11 gols e foi o vice-artilheiro do Al
Jeel Club na competição nacional.

Filho de Dona Lúcia Bezerra,
Andinho segue buscando seu espaço no futebol. “Ainda não chegou nenhuma proposta
de um clube da Série A. Já tive uma sondagem do Sampaio Correia, que vai
disputar a ‘B’, mas minha cabeça está em fazer um bom Carioca e me firmar aqui
no Madureira”, pontua Andinho, que apesar de girar por vários estados
brasileiros e até pelo exterior, faz questão de manter os laços com Garanhuns. “Ainda
moro no Indiano e pretendo sempre ter meu cantinho lá.
  Foi onde nasci e me criei, tenho familiares
morando em Garanhuns e sempre que posso volto para rever minha mãe, meus familiares
e amigos”, finaliza Andinho, uma joia que surgiu em Garanhuns e que ainda vai realizar
muitos sonhos no mundo do Futebol.
(www.blogdocarloseugenio.com.br)