BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 19 de dezembro de 2020

O Tribunal de Contas de
Pernambuco divulgou, nessa quinta-feira, dia 17, o resultado de um levantamento
feito pela Coordenadoria de Controle Externo para verificar, junto ao Poder
Público, as medidas implementadas para garantir o retorno seguro dos alunos às
aulas presenciais, baseadas no protocolo estabelecido pelo Governo do Estado.

O diagnóstico abrangeu Escolas
da Rede Estadual e Municipal de Pernambuco. As equipes do Tribunal de Contas
entrevistaram Gestores e fizeram visitas aos Municípios e órgãos públicos do
Estado para avaliar vários aspectos, sejam pedagógicos ou de logística, como
por exemplo: a estrutura física das escolas; as melhorias feitas; a aquisição
de materiais e equipamentos para higienização, e de proteção individual; a
preocupação com o distanciamento mínimo entre os alunos; funcionamento da
cozinha, banheiros e higienização, entre outros. E as Escolas Municipais de
Garanhuns foram destaque no levantamento daquele Órgão de Fiscalização.

RESULTADOS EM GARANHUNS –
Em relação a Garanhuns, foram verificadas por iniciativa do TCE-PE, as Escolas Municipais
Jaime Luna e General Sampaio, localizadas no espaço urbano, bem como os
educandários José Ferreira Sobrinho e Julião Capitó Filho, instaladas nos distritos
de São Pedro e Iratama, respectivamente, e a avaliação do Tribunal de Contas
foi muito positiva.

Os técnicos do TCE-PE constataram
que nas Escolas Municipais visitadas em Garanhuns foram realizadas melhorias voltadas
a higienização dos alunos, bem como constataram a existência de materiais e
equipamentos para higienização, e de proteção individual. Além disso, apesar de
estarem sem aulas presenciais, as Unidades apresentavam cozinhas, banheiros e
demais espaços higienizados.
 


O relatório do Tribunal de
Contas ainda registrou que a Secretaria de Educação tem se reunido
continuamente com a Pasta da Saúde, a fim de adequar todos os procedimentos das
escolas às medidas preventivas e aprovar o protocolo com as regras para retorno
às aulas presenciais, documento que cujas diretrizes e protocolos já está em
vias de aprovação.

Segundo o TCE-PE, apesar de a
Prefeitura de Garanhuns ainda não se encontrar plenamente preparada para o
retorno às aulas presenciais, inclusive com estoques de EPIs suficientes para
atendimento de todos os alunos, “a Gestão tem sido responsável e ativa na busca
de soluções para o cumprimento das regras de segurança, quando do retorno às
aulas presenciais no próximo ano”, concluiu o Órgão de Fiscalização. Para
acessar o Relatório de Levantamento clique AQUI.
 (Com informações e imagens do TCE-PE)