BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quarta-feira, 22 de julho de 2020

 
“A gente não pode nunca deixar
de lembrar que o vírus está entre nós. Há transmissão sustentada, então, é
preciso estar atendo às medidas.” Foi com essa frase que o secretário de Saúde
de Pernambuco, André Longo, rechaçou qualquer possibilidade de controle da
epidemia de COVID-19 no Estado. De acordo com ele, a doença está em curso e o
risco de infecção segue presente. 
Em entrevista coletiva
concedida de forma remota, nessa terça-feira, dia 21, Longo voltou a reforçar a
importância de usar a máscara de forma correta sempre que for necessário sair
de casa. Saída essa que deve acontecer somente em situações essenciais, pois o
isolamento social segue sendo a única forma possível de combater a disseminação
do Novo Coronavírus. Fora isso, a lavagem frequente das mãos com água e sabão e
o uso do álcool em gel a 70%, quando não for possível lavá-las, segue sendo
regra, bem como manter no mínimo de 1,5 metro de distância para outras pessoas.  
“Não podemos passar
imagem de controle porque o vírus ainda está circulando. Falamos em
estabilidade. Há uma tendência de estabilidade, com pequenas variações na Região Metropolitana do Recife e zonas da Mata Norte e Sul,
mas controle, mesmo, só com vacina, erradicação do vírus ou quando a maior
parte da população estiver imune. Temos visto ainda muita gente descumprindo as
medidas. É importante que a própria população fiscalize”, destacou Longo. Aqui
no Agreste Meridional a batalha é para estancar o espalhamento do vírus, já que
os casos positivos e as mortes pela doença seguem sendo registradas. (Com
informações e imagem da Folha de Pernambuco. CONFIRA)