BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sexta-feira, 28 de maio de 2021

Nesta sexta-feira, dia 28, o
Ministério da Saúde anunciou a antecipação da vacinação contra a COVID-19 para
os profissionais da educação por ordem de prioridade e já autorizou, paralelamente,
população geral, entre 18 e 59 anos, por ordem decrescente de faixa etária. A
mudança ocorre porque Estados e Municípios relataram demanda diminuída dos
grupos elencados no plano de vacinação. 

“Essa nova estratégia deve
ser implementada em paralelo aos demais grupos já contemplados. Notamos uma
lentidão na vacinação de alguns grupos, principalmente das pessoas com
comorbidades e com deficiência. No atual momento epidemiológico, não podemos
deixar primeiras doses paradas. Isso não é prudente. Então, diante da baixa
procura, e também das expectativas de chegada semanal do insumo, podemos
avançar para os demais essenciais inclusos no plano e já iniciar os adultos com
59 anos”, frisou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

A motivação da priorização dos
profissionais da educação se deve aos impactos sociais ocasionados pela COVID-19
com a necessidade de volta às aulas presenciais. É que as creches e escolas
contribuem não só para a educação de milhares de crianças, como também
garantem a segurança alimentar na infância. A ordem de prioridade dos profissionais
da educação será a seguinte: creches;  pré-escolas; ensino fundamental, ensino médio,
profissionalizantes e EJA e, na sequência, trabalhadores da educação do ensino
superior. (Com informações do JC Online. CONFIRA)