BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 23 de maio de 2020

 
A assessoria de Imprensa da
Secretaria Estadual de Saúde enviou aos meios de comunicação do Agreste
Meridional um balanço dos investimentos do Governo Estadual na microrregião,
voltados à assistência aos pacientes com suspeita ou confirmação da COVID-19. Atualmente,
o Agreste Meridional, cuja população total é de pouco mais de 500 mil habitantes,
já registrou 488 casos positivos e 38 mortes pela COVID-19.
De acordo com a Pasta, somente
aqui em Garanhuns, nos próximos três meses, serão investidos cerca de R$ 10
milhões pelo Governo de Pernambuco na assistência aos moradores da Região. “O
Hospital Regional Dom Moura (HRDM), referência para todos os municípios da
Região, abriu 18 leitos de enfermaria para COVID-19 (10 adultos e 8
pediátricos). A Unidade também conta com 10 leitos de suporte para pacientes
adultos em estado mais grave. Além disso, ainda está prevista, para os próximos
dias, a chegada de 10 respiradores para estruturação desses leitos, que
passarão a contar com suporte total para UTI”, pontuou a SES-PE, sem estimar o
prazo para chegada dos novos equipamentos.
Ainda segundo a Secretaria
Estadual de Saúde, na UPAE/Garanhuns já estão em funcionamento 10 leitos de
enfermaria e 8 leitos de UTI, exclusivos para pacientes diagnosticados com o Novo
Coronavírus. 

“A Unidade ainda foi reforçada com uma ambulância avançada,
equipada com suporte de terapia intensiva e até hoje, dia 23, o serviço deve
abrir mais 2 vagas, totalizando 10 leitos de UTI na Unidade voltados
exclusivamente para casos da doença”, pontuou a Pasta da Saúde Estadual, que reforçou
a informação de que está em negociação com o Hospital Perpétuo Socorro, que é privado
para a contratualização de 20 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI, exclusivos
para a COVID-19. A Secretaria não estimou um prazo para que os leitos no Perpétuo
Socorro passem a receber pacientes.

A SES-PE também informou ter
reforçado a assistência nas Unidades Estaduais com a convocação e contratação
de novos Profissionais de Saúde, entre médicos especialistas em clínica geral;
fisioterapeutas em terapia intensiva; enfermeiros (assistenciais e uteístas) e
técnicos de enfermagem, entre outros.
GARANHUNS – Já a Prefeitura de Garanhuns estima colocar em
funcionamento, no próximo mês, trinta leitos
de enfermaria voltados ao atendimento de pacientes
com casos estabilizados da COVID-19. A Unidade de Tratamento COVID-19 de
Garanhuns está sendo instalada
no prédio do Centro de Especialidades Médicas e Imagem (CESMIG), edificado
na Cohab 2, cujas obras de readequação das instalações serão entregues
na primeira quinzena de junho.
Segundo a Municipalidade, os procedimentos
administrativos para contratação de Médicos, Enfermeiros, Psicólogos, Nutricionistas,
Técnicos de Enfermagem, Assistentes Sociais e outros profissionais da área de
saúde, bem como da aquisição do mobiliário e dos equipamentos para o
funcionamento da Unidade COVID-19 já estão em curso, porém ainda não foi
anunciada a data em que o espaço começará a receber pacientes.