BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
segunda-feira, 07 de dezembro de 2020

Com o aumento do número de
casos da COVID-19, o Governo de Pernambuco decidiu proibir, a partir desta
terça-feira, dia 8, shows, festas e similares, com ou sem cobrança de ingresso,
independente do número de participantes. A exceção é para casamentos,
formaturas e eventos sociais similares. O Decreto a ser publicado no
Diário Oficial do Estado impedirá também a realização de shows e festas de
Natal e réveillon em espaços públicos ou privados, como condomínios,
clubes, hotéis e estabelecimentos afins, com ou sem cobrança de ingresso.
 

“Além disso, com base no
atual momento epidemiológico, estamos proibindo a realização de shows e festas
de Natal e réveillon, incluindo os realizados em espaços públicos, condomínios,
clubes, hotéis e estabelecimentos afins, com ou sem cobrança de ingresso”,
explicou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, em pronunciamento na
tarde desta segunda-feira, dia 7.

As novas restrições vieram
após o Governo, ao aumentar a Fiscalização, constatar que alguns
estabelecimentos não estavam cumprindo os protocolos necessários para
evitar a transmissão da doença.  “Intensificamos a fiscalização no
último m de semana e constatamos o descumprimento dos protocolos em alguns
bares, restaurantes e clubes que promoveram festas e shows. A fiscalização, a
partir de hoje, será ainda mais intensa, para coibir as situações de
descumprimento dos protocolos e também para conscientizar a população”,
explicou Longo, alertando: “se continuarmos a ver a recorrência do
descumprimento de protocolos, ações mais duras poderão ser adotadas nestes
setores de lazer e entretenimento”, advertiu o Secretário.
 

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico,
Bruno Schwambach, reforçou que, até o momento, não há restrições previstas para
outros setores. “Em relação aos outros setores, por enquanto, continuam da
forma que estão, com as capacidades já programadas, mas vamos dialogar para
fazer a exigência dos protocolos. É muito importante seguir os protocolos nos
três eixos: distanciamento social, higiene e comunicação e monitoramento. É
fundamental o uso de máscara. Pedimos que empreendedores, cidadãos e funcionários
sigam rigorosamente os protocolos estabelecidos para que a gente possa
continuar a ter essas atividades funcionando”, disse Schwambach. (Com
informações do JC Online. CONFIRA)

CLIQUE EM PLAYER E CONFIRA O PRONUNCIAMENTO DOS SECRETÁRIOS ESTADUAIS: