w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 15 de junho de 2022

 

O uso de máscaras de proteção contra a COVID-19 segue não obrigatório em Pernambuco, porém já é recomendado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) em ambientes fechados, especialmente para aqueles que apresentem sintomas gripais, mesmo que leves, pacientes imunossuprimidos e idosos. A recomendação, que não é uma obrigação, vem diante de um momento de maior circulação viral, “notadamente com aumento dos casos leves”, segundo a SES-PE. Atualmente, o uso do equipamento é obrigatório no Estado apenas em hospitais, serviços de saúde e farmácias, transporte público e escolas.

 

 

Pernambuco observa um aumento no número de notificações de casos: na semana passada, por exemplo, o Estado voltou a registrar mais de 1 mil casos diários de COVID-19, total que não era contabilizado há quase dois meses. Em Garanhuns, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, no último mês de Maio foram confirmados apenas 103 casos de COVID-19, todavia, nos primeiros quatorze dias de junho já foram confirmados 721 casos positivos da doença.

 

 

Em nota, a SES-PE informou que não há alteração nos protocolos em vigor atualmente. “O Governo de Pernambuco continua monitorando de forma permanente e criteriosa a evolução do cenário epidemiológico da COVID-19”, afirma trecho do texto. Medidas para conter o vírus, destaca a SES-PE, “são sempre proporcionais ao momento epidemiológico vivenciado”. “Qualquer nova medida dentro do Plano de Convivência com a COVID-19 será amplamente divulgada”, destaca a Pasta. Alguns órgãos, como o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e o Ministério Público do Trabalho em Pernambuco (MPT/PE) se anteciparam e retomaram a obrigatoriedade do uso da máscara para acesso às suas dependências. (Com informações da Folha de Pernambuco. CONFIRA)