BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 12 de dezembro de 2020

Em coletiva nessa quinta-feira,
dia 10, o Governo de Pernambuco confirmou o acréscimo de mais 12 casos
suspeitos de reinfecção da COVID-19, doença provocada pelo Novo Coronavírus.
Com isso, os casos chegam a 22 no Estado. O número anterior era 10 e foi
divulgado no dia 25 de novembro pelo próprio Governo. Ou seja, em 15 dias, o
dado mais do que dobrou.

 

“Nesse momento já fomos
notificados de 22 possíveis casos de reinfecção. Desse total, 8 amostras foram
encaminhadas ao Instituto Evandro Chagas, sendo quatro do Recife, dois de
Olinda, um de Exu e um de Santa Cruz. Outras nove estão em análise do Lacem.
São das cidades de Caruaru (2), Recife (2), Água Preta (1), Fernando de Noronha
(1), Palmares (1), Paulista (1) e São José do Egito (1). Também foram
descartados cinco casos que não se enquadraram em análise preliminar feita
aqui”, disse o secretário de Saúde, André Longo, em coletiva pela
internet.

Longo ainda explicou os
critérios para considerar a suspeita de reinfecção por COVID-19. “O padrão
é dois RT-PCR com intervalo mínimo de 90 dias, ou seja, 90 dias ou mais. Essas
amostras precisam estar disponíveis no laboratório, onde foi positivo. Elas são
retesadas e é feito o sequenciamento genético do Vírus. Para caracterizar
reinfecção é preciso ter duas linhagens diferentes do vírus. Claro que é de se
esperar que uma pessoa que testou duas vezes para o Coronavírus comunique ao Município
para que seja investigada a reinfecção. Para além da reinfecção existe a reativação
viral. É preciso considerar essas variáveis e fazer investigação adequada para
ter a confirmação ou não. E essa comunicação será sempre do Ministério da
Saúde. Hoje temos apenas o caso do Rio Grande do Norte. Os casos de Pernambuco
seguem em investigação”, pontuou o Secretário André Longo. (Com
informações e imagem do JC Online. CONFIRA)