w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sábado, 10 de novembro de 2018

Nos próximos dias, o presidente eleito Jair Bolsonaro deve anunciar os
nomes dos Ministros do Meio Ambiente, da Saúde, da Defesa e das Relações
Exteriores. A previsão foi feita pelo próprio Bolsonaro nessa sexta-feira, dia
9, durante transmissão ao vivo nas redes sociais, ao destacar a dificuldade
para escolher um nome para Educação. “Educação é complicado”, afirmou.
Bolsonaro disse que ele vai escolher o nome para o Meio Ambiente: “Quem
vai indicar é Jair Messias Bolsonaro”, disse o presidente eleito dirigindo-se
às organizações não governamentais (ONGs). O presidente eleito reclamou das
multas ambientais. Segundo ele, há informações, que ainda não confirmou,
segundo as quais 40% do arrecadado em multas vão para as ONGs. “Não
vai ter aquele ativismo”, avisou, sem entrar em detalhes.
Para o Ministério da Defesa, Bolsonaro afirmou que “não abre mão de um General
4 estrelas”. Segundo ele, não faz distinção entre Exército, ou equivalente da
Marinha e Aeronáutica –  mas quer que seja o oficial mais graduado. No
Ministério das Relações Exteriores, o presidente eleito afirmou anteriormente
que pretende escolher um diplomata de carreira para assumir o comando da pasta.
Ele disse que quer um embaixador “sem viés ideológico”.
ELOGIOS – Bolsonaro destacou o perfil de cada um dos já
confirmados: Paulo Guedes para Economia; Sergio Moro para Justiça e Segurança;
Onyx Lorenzoni para Casa Civil; general da reserva Augusto Heleno para o
Gabinete de Segurança Institucional e Tereza Cristina para Agricultura, além de
Marcos Pontes para Ciência e Tecnologia. O presidente eleito disse ter
observado que “todos confiam” no economista Paulo Guedes, que comandará o
superministério que vai reunir Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio.
“Precisamos de uma equipe para salvar o Brasil.” Também elogiou o general
Heleno, descrito pelo presidente eleito como “um conselheiro”. Para ele, o
astronauta Marcos Pontes é uma referência por sua carreira e currículo. “Ele é
perfeitamente ligado a este mundo.”
MORO VAI PRENDER CORRUPTOS COM
‘REDE ARRASTÃO’ –
Ao se
referir sobre o juiz Sergio Moro, o
presidente eleito, Jair Bolsonaro prometeu um intenso combate à
corrupção durante seu Governo com o juiz federal Sérgio Moro à frente do
Ministério da Justiça. “Moro vai pegar vocês, corruptos. Antes ele pescava
de varinha, agora vai ser com rede arrastão de 500 metros”, afirmou
durante live realizada em sua conta no Facebook nessa sexta-feira, dia 9.

Ele também disse que Moro terá carta branca para trabalhar e voltou a
dizer que conversou com o Juiz somente após o segundo turno das eleições 2018.
Antes disse, a única interação entre os dois havia sido meses antes em uma
conversa rápida em um Aeroporto. Com isso, Bolsonaro afasta qualquer
questionamento sobre interferências no processo eleitoral e a possibilidade de
que o convite para assumir o ministério tivesse sido feito antes da hora.
(Com informações do Jornal do Comercio.
CONFIRA)