w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | domingo, 29 de junho de 2014

Apesar de uma forte ação de
repressão da Polícia a violência vem crescendo aqui no Agreste Meridional. Até
o momento, de acordo com o contador de homicídios do site Agreste Violento –
especializado em notícias policiais – cinquenta e oito homicídios já foram
registrados em vinte municípios da Região.  Apenas Brejão, Iati, Palmeirina, Paranatama e
Saloá ainda não tiveram mortes violentas registradas neste ano. Só na última
quarta-feira, dia 25, foram registrados dois homicídios: um em Canhotinho e
outro em São João e dois cadáveres foram localizados, um em Águas Belas e o
segundo em Lagoa do Ouro.
Um desentendimento entre dois
detentos do pavilhão “H” do Centro de Ressocialização do Agreste, localizado em
Canhotinho resultou na morte de Rielson Honório da Silva, de 24 anos, que não
resistiu aos ferimentos de golpes de faca, desferidos por Jakson Terto da Silva,
de 30 anos, e faleceu a caminho do Hospital daquele Município.
Já em São João, ainda no dia
25, José Alves de Araújo Filho, de 31 anos, foi assassinado com 6 tiros de
pistola calibre 380, quando chegava a sua residência no sitio Vaca Morta, localizado
nas proximidades da PE-177. Policiais Militares do 9º BPM prenderam os dois
suspeitos de cometer o crime após perseguição aqui em Garanhuns.


Segundo informações da Polícia,
o efetivo militar de Águas Belas foi informado da existência de um corpo de um
homem, de identidade desconhecida na localidade, aparentando medir 1,70m de
altura, cor parda e aproximadamente 80 kg, trajando uma camisa da Seleção Brasileira.
O corpo já se apresentava em estado de decomposição e foi encontrado no Sítio Filipa,
zona rural de Águas Belas. De acordo com o Agreste Violento, por ser uma área
de difícil acesso e para realizar a remoção do corpo foi necessária à ajuda de
um animal (jumento) para conduzir o cadáver até a unidade móvel do IML que
ficou a aproximadamente três quilômetros
 de distância do local do suposto crime.

E Lagoa do Ouro o corpo do
agricultor Manoel Quirino da Silva, de 57 anos, que estava desaparecido desde o
dia 20, foi encontrado em estado de decomposição no Sítio Pau Amarelo, zona
rural daquele Município. A Polícia também trabalha com a hipótese de suicídio,
já que segundo familiares no dia do seu desaparecimento, Manoel trabalhava aplicando
veneno em uma lavoura.
 Uma equipe de plantão
na 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns esteve no local e o corpo foi
encaminhado ao IML de Caruaru para ser esclarecida a causa da morte.
Mesmo com tanta violência no
Agreste, o município de Águas Belas segue sem um Delegado Titular. De acordo
com informações do prefeito daquele Município, Genivaldo Menezes (PT), há
alguns meses, o Delegado que atuava na Cidade foi transferido para outra delegacia
e desde então o Município se encontra com linhas de investigações e outras
ações paralisadas. O Prefeito já encaminhou solicitação ao Secretário Estadual
de Defesa Social reivindicando a nomeação de um novo Delegado, mas até agora
não obteve sequer resposta do seu pleito.

É importante registrar que
além dos homicídios registrados, inúmeras tentativas de assassinato foram
contabilizadas nos últimos dias, com as vítimas sendo socorridas aos hospitais
da Região, bem como ao Hospital Regional Dom Moura, e muitas vindo a óbito após
serem submetidas a cirurgias ou durante a recuperação, ampliando ainda mais as
estatísticas da violência no Agreste Meridional. 

(Com informações do site Agreste Violento – www.agresteviolento.com.br)