w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Um atropelamento deixou uma criança de seis anos morta e
a mãe dela ferida no quilômetro 97 da rodovia BR-423 em Garanhuns, mais
precisamente nas imediações da UPA-E. O acidente foi registrado pela Polícia
Rodoviária Federal no final da noite desse domingo, dia 23.
Segundo a PRF, a vítima, Erich Gabriel Cordeiro Leite,
estava com a mãe, Maria Claudilene Cordeiro Leite, 22 anos, quando foram
atingidos por uma moto. O motociclista fugiu do local sem prestar socorro às
vítimas. O garoto morreu no local do acidente. Já Maria Claudilene foi
socorrida para uma unidade de saúde do Município. De acordo com a PRF, ela não
corre risco de morte. Após ser removido da pista, o corpo de Erich foi levado
ao Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru.

PROTESTO – Após
o atropelamento, populares fecharam o trecho da BR-423, em Garanhuns, como
forma de manifesto aos acidentes que têm ocorrido no local. A rodovia foi
liberada em seguida, todavia nesta segunda-feira, dia 24, o trecho voltou a ser
fechado por populares, que reivindicam a instalação de uma lombada na via.
Relato de populares apontam que uma idosa já morreu vítima de atropelamento nas
imediações.

A manifestação que foi reiniciada por voltas das 6h segue até o momento
(11h). Apesar da presença da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar,
os manifestantes não dão sinal de quando liberarão a rodovia. A fila de
veículos nos dois sentidos da rodovia já chega a cerca de 50km.
(Com informações e Imagens do Site Agreste Violento – www.agresteviolento.com.br)