w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sábado, 02 de julho de 2022

 

ATUALIZADA AS 16H, DE 02/07/2022 – Com as fortes chuvas caídas no Agreste Meridional desde as primeiras horas dessa sexta-feira, dia 1º, a Ponte do Sítio Laje, que dá acesso ao município das Correntes, via BR 424, e que está localizada sob o Rio Mundaú, apresentava rachaduras e risco de desabar.

 

 

 

Segundo informações do Ex-prefeito e atual secretário de Governo de Correntes, Edimilson da Bahia, existes rachaduras nas cabeceiras e na parte central da Ponte que geram apreensão. Ainda de acordo com o representante da Prefeitura das Correntes, além das rachaduras as barreiras que protegem as cabeceiras da Ponte estão cedendo, ampliando o risco do desabamento. De acordo com Edimilson da Bahia, a Polícia Rodoviária Federal; o Corpo de Bombeiros; o DNIT  e a Defesa Civil Estadual já foram acionados pela Prefeitura das Correntes. A orientação é que o trafego pela Ponte seja evitado, pois o quadro é de risco.

 

 

NÃO APRESENTA RISCO – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou não haver motivo para interdição no Km 126 da BR 424, em Correntes, devido a rachaduras verificadas na ponte que dá acesso ao Município. Segundo a PRF, técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizaram vistoria na Ponte e verificaram que as rachaduras não oferecem risco.

 

 

De acordo com informações vindas de Correntes, os moradores do bairro da Bahia e a Rua da Palha já foram removidos, pois as áreas estão alagadas. Moradores da Rua da Primavera e da Avenida Raimundo Calado. O Povoado Pau Amarelo e localidades rurais mais baixas também apresentaram alagamentos. (Blog do Carlos Eugênio – www.blogdocarloseugenio.com.br, com imagens do radialista Jairo AraújoReportagem em Atualização)