BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
terça-feira, 26 de maio de 2020

O vereador de Águas Belas, Valdo
do Xixiklá, deu a sua versão quanto às informações repassadas pelo Prefeito de Águas
Belas, Luiz Aroldo (PT), de que teria registrado um Boletim de Ocorrências e solicitado
proteção policial diante das supostas ameaças que teria recebido de Xixiklá. O
Prefeito inclusive gravou um vídeo e publicou nas redes sociais alertando as
autoridades policiais sobre o suposto fato (saiba mais sobre
o assunto clicando AQUI).


De acordo com Valdo do Xixiklá
não houve qualquer ameaça ao Prefeito. Ele, inclusive divulgou o áudio de uma
conversa com outro Vereador de Águas Belas, via Whatsapp, em que abordam o
atual momento de Pandemia vivenciado em Águas Belas. O áudio, segundo Ele, foi citado pelo Prefeito Luiz Aroldo na denúncia, 
porém fora do seu real contexto. 

Segundo o Vereador Valdo, que
é indígena, no áudio foi citado que, como veio dinheiro do Governo Federal para
o combate a COVID-19, e caso 
o número de pessoas infectadas continuassem aumentando, a população poderia se revoltar contra o Prefeito, inclusive, podendo
atear fogo no carro de Luiz Aroldo. Ainda segundo Xixiklá, a conversa efetivada num grupo
de Whatsapp da Câmara de Vereadores de Águas Belas, que têm entre seus membros Vereadores
das bancadas de Situação e de Oposição, aconteceu no último dia 17 maio, mas “só
agora que o Prefeito se sentiu ameaçado”, chamou a atenção o Vereador 
Valdo do Xixiklá.

Clique em player e confira o vídeo do vereador de Águas Belas, Valdo do
Xixiklá, que está publicado originalmente no Facebook:

NOTA DO BLOG – Com a publicação da denúncia do Prefeito Luiz Aroldo;
bem como os esclarecimentos dos vereadores
Washington Falcão e Erinaldo Tenório, e agora do
vereador
Valdo do Xixiklá, o Blog do Carlos Eugênio cumpre a sua missão
de ouvir todas as partes e fazer um jornalismo isento, cumprindo assim o seu
papel de Órgão de Comunicação. Agora, cabe a população de Águas Belas tirar as
suas conclusões sobre esse imbróglio político. Vale registrar que, até ontem, dia 25, Águas Belas
já havia registrado 137 casos positivos da COVID-19 e 8 óbitos pela Doença.