BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sexta-feira, 01 de maio de 2020

A demora na compra de
respiradores artificiais para os hospitais do Agreste Meridional com recursos
de emendas parlamentares remanejados para este fim, está provocando preocupação
nos Municípios da Região. Atualmente, o Agreste Meridional registra 45 casos positivos
da COVID-19, além de diversos casos suspeitos que aguardam resultado de testagem
laboratorial, para posterior confirmação ou descarte da doença.

Atento ao avanço da COVID-19
na Região, o deputado Estadual Álvaro Porto (PTB), que esteve entre os Parlamentares
que iniciaram o movimento de redirecionamento de emendas para o combate à
pandemia do Coronavírus em Pernambuco, vem cobrando, juntamente com Prefeitos e
lideranças políticas, a chegada dos equipamentos que são essenciais ao
tratamento de pacientes graves infectados pela COVID-19.

Ao todo, os 49 Deputados
Estaduais de Pernambuco, inclusive os que fazem oposição ao Governo Paulo Câmara, destinaram R$ 62,7 milhões para o combate ao Coronavírus
(relembre clicando AQUI)


Desse montante, quase R$ 1,8 milhão foi destinado
por Porto para compra e envio de respiradores para unidades hospitalares de Calçado;
São João; Capoeiras; Lajedo; Canhotinho; Quipapá; Jurema; São Caetano; Brejão;
Angelim e o Hospital Regional Dom Moura, aqui em Garanhuns, mas passadas cinco
semanas desse redirecionamento das emendas para a Secretaria Estadual de Saúde,
o Órgão informa que está trabalhando para adquirir os equipamentos.


“Questões
de ordem burocrática não podem emperrar uma medida que tem caráter
emergencial”, observa Álvaro Porto, que complementa: “os hospitais permanecem
sem condições de socorrer casos graves. E esta vulnerabilidade pode resultar em
mortes que poderiam ser evitadas”, alertou Álvaro.

“A cada dia no número de caso
só aumenta! Fizemos a nossa parte. O Estado deve fazer a sua. Precisamos ser
justos com os Municípios dos quais retiramos as emendas para obras. Os
respiradores devem ser comprados e remetidos aos hospitais das cidades que
indicamos”, chamou a atenção o deputado Álvaro Porto.  

RESPIRADORES PARA GARANHUNS
O Governo de Pernambuco recebeu nesta semana os 35 aparelhos respiradores
obtidos depois de uma ordem judicial de apreensão na Empresa Fornecedora. 


Desse total,
segundo reportagem do NE10 Interior, cinco virão para Garanhuns e devem equipar
os leitos que vem sendo montados na UPAE/Garanhuns, todavia, ainda não há informações
oficiais se os equipamentos já chegaram a Garanhuns e quando estarão atendendo
os pacientes da COVID-19 dos municípios que integram o Agreste Meridional.


NÚMEROS DA COVID-19 NO
AGRESTE –
Até o momento, segundo levantamento realizado pelo Blog do Carlos
Eugênio junto as Secretarias de Saúde dos Municípios, o Agreste Meridional já
registrou 45 casos positivos da doença, sendo:  Garanhuns – 18; Caetés – 6;
São Bento do Una – 5; Bom Conselho – 4; São João – 2; Lajedo – 2; Águas Belas –
2; Correntes – 2; Lagoa do Ouro, Capoeiras, Jupi, Jucati – 1. Além disso, sete pessoas já morreram e ainda
há dezenas de casos que seguem aguardando resultado de testagem laboratorial,
para posterior confirmação ou descarte de COVID-19 na Microrregião.